Conecte-se conosco

Sociedade

A Última Floresta vence prêmio do público no Festival de Berlim

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

O documentário brasileiro A Última Floresta saiu premiado no 71º Festival de Berlim, neste domingo (20). O longa de Luiz Bolognesi venceu o prêmio do público da mostra Panorama. 

Único filme brasileiro presente na mostra este ano, A Última Floresta retrata o cotidiano de um grupo Yanomami isolado, que vive em um território ao norte do Brasil e ao sul da Venezuela há mais de mil anos. 

Lá, o xamã Davi Kopenawa Yanomani tenta manter vivos os espíritos da floresta e as tradições, enquanto a chegada de garimpeiros traz morte e doenças para a comunidade. Os jovens ficam encantados com os bens trazidos pelos brancos; e Ehuana, que vê seu marido desaparecer, tenta entender o que aconteceu em seus sonhos.  

O documentário já havia sido premiado como melhor filme no 18º Seoul Eco Film Festival, na Coreia do Sul. A estreia no Brasil está marcada para 2021, ainda sem data definida. 

Por Omelete

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sociedade

Sebastião Salgado ganha “Nobel das artes”

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Praemium Imperiale do Japão, considerado o “Nobel das artes”

O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, famoso por suas intensas fotos em preto e branco, é um dos ganhadores deste ano do Praemium Imperiale do Japão, considerado o “Nobel das artes”. O anúncio foi feito nesta terça-feira (14/09) em Berlim pelo ex-presidente do Instituto Goethe e conselheiro da Associação Japonesa de Arte Klaus-Dieter Lehmann.

Cada laureado vai receber 15 milhões de ienes (R$ 712 mil), durante uma cerimônia tradicionalmente realizada em outubro em Tóquio pelo príncipe Hitachi, irmão mais novo do imperador japonês, Akihito. Devido à pandemia, a cerimônia deste ano foi cancelada.

Salgado, de 77 anos, foi distinguido na categoria pintura pelas imagens em que retrata “com grande sentido estético o estado dos mais pobres e a degradação do meio ambiente”. Seu último projeto, “Amazônia”, mostra a exploração do ecossistema amazônico e da vida de seus povos indígenas durante sete anos.

Foram agraciados ainda o escultor americano James Turrell, que usa o espaço e a luz como meio de expressão, o arquiteto australiano Glenn Murcutt, conhecido por suas casas modernistas se integrando ao ambiente rural, e o virtuoso violoncelista americano Yo-Yo Ma.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16