Conecte-se conosco

Porto Seguro

Saúde em colapso e falta de medicamentos em Porto Seguro

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Uma reunião está marcada para o dia 12 de julho, segunda-feira, às 10h, entre a Mesa Diretora do Conselho Municipal de Saúde (CMS) e a Presidência da Câmara Municipal. O motivo da reunião é para tratar dos assuntos preocupantes das políticas públicas de saúde do município.

Dado como órgão deliberativo, fiscalizador e de instância máxima do SUS Municipal, o CMS deve estreitar o diálogo com outra instância, a Câmara Legislativa, a fim de encontrar canais pertinentes e viabilidade para a concretização das pautas do mesmo e sua respectiva autonomia na fiscalização e acompanhamento dos problemas de saúde da população, sem interferências da gestão de saúde municipal ou outros externos a este órgão.

O alerta amarelo acendeu devido as muitas reclamações computadas referente a mulheres de usuários e de trabalhadores do SUS, sobre situação de saúde e dos serviços, principalmente na rede da Atenção Básica no município.

Além disso, o Coletivo de Mulheres tem procurado os conselheiros do CMS, para exigir a concretização de suas demandas reprimidas desde a 7ª Conferência Municipal de Saúde, em 2017, que deu origem ao Plano Plurianual de Saúde 2018-2021 da gestão municipal anterior.

Atualmente contemplada também no Plano Anual de Saúde 2021, da atual gestão, referente à construção do Centro de Parto Normal 100 do SUS, no local já adjacente ao HRDLEM, que foi recuperado pela prefeitura municipal no ano passado.

Nesse sentido, caso possam ter audiência da mídia local para ouvir as demandas na próxima reunião do CMS com a Câmara Municipal, seria de grande relevância para caminhar em favor de melhorias dos problemas e dificuldades que a população alerta constantemente, no SUS de Porto Seguro.

FALTA DE MEDICAMENTOS

Algo que vem sendo recorrente no jornalismo da Porto Brasil FM, diariamente e quase há três meses, é o fato de moradores dos quatro cantos do Municipio estarem relatando a falta de medicamentos de uso contínuo e para doenças crônicas.

E até mesmo os mais simples como é o caso do AAS (acido aceltil salicílico). Sobre o problema, até a presente data ( 9) a secretaria de saúde de Porto Seguro, Dra Raissa não se pronunciou.

Doutora Raissa — Secretaria de Saúde de Porto Seguro

Informações Tarcizo Vieira, Rádio Porto Brasil fm.

Continue lendo
Propaganda
1 Comentário

1 Comentário

  1. Sistcom sistema comercial

    20 de Setembro, 2021 at 06:10

    Ótimo site!
    Desejo-lhes sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Porto Seguro

Atriz da Globo Marcella Maia diz ser vítima de transfobia em Porto Seguro

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

A atriz Marcella Maia, de 30 anos, denunciou, nesta quinta-feira (23), ter sido vítima de transfobia em Porto Seguro, Bahia. A artista mostrou os hematomas na região do pescoço, ombro e seio aos seguidores nas redes sociais. “Preconceito existe. Se cuidem. Sem chão, sem forças. Tô viva”, disse a atriz. “Meu corpo não merece isso”, continuou, acrescentando a hashtag “transfobia”.

A atriz compartilhou as imagens com o mais de 282 mil seguidores que possui no Instagram
Imagens: reprodução

Em nota da assessoria de Marcela, o caso aconteceu na madrugada de quarta-feira (22) na vila de Caraíva. Um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado na delegacia de Porto Seguro.

“A atriz está segura no momento e todas as medidas legais já estão sendo providenciadas”, disse o comunicado, que ainda agradeceu pela preocupação dos seguidores. 

Marcella viverá a personagem Morte na próxima novela das 19h da Rede Globo, “Quanto Mais Vida Melhor”. Em entrevista à Patrícia Kogut em 2020, a atriz revelou que ocultava o fato de ser uma mulher transexual. 

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16