Conecte-se conosco

Mundo

Desabamento em Miami – Estudo alertava para problema grave na laje abaixo da piscina

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Em entrevista a jornal americano, morador que estava viajando revelou que, em ligação instantes antes do desabamento, esposa lhe disse que um buraco havia se aberto na área da piscina.

O desabamento de parte de um prédio na pequena cidade de Surfside, perto de Miami, nos Estados Unidos, deixou, até o momento, nove mortos. No entanto, as equipes de resgate ainda estão no local, tentando encontrar sobreviventes do acidente, que ocorreu há quatro dias, nos escombros.

Toda a tecnologia possível está sendo usada: sensores de calor, sonares, cães farejadores. Mesmo assim um incêndio debaixo dos escombros e o terreno inseguro para os socorristas retardaram as buscas nos últimos dias. E essa agonia, de retirar escombros e resgatar corpos, pode levar meses.

Segundo o relatório da uma firma de engenharia contratada em 2018, o selante de junta da piscina precisava ser substituído. A impermeabilização abaixo da piscina precisava ser retirada e trocada por uma nova, porque já estava provocando danos à estrutura do prédio, e que atrasar essa obra trazia um risco exponencial de deteriorar o concreto. O estudo alertava que a laje abaixo da piscina não tinha caimento para drenar a água, que se acumulava ali. Um problema grave.

Problemas estruturais já denunciavam a tragédia

Debaixo da piscina, ficava a garagem do prédio, onde foram feitas fotos, conseguidas pelo Fantástico, de vigas à mostra e enferrujadas, além de poças.

Neste domingo (27), o jornal “Miami Herald” trouxe a entrevista com um morador que estava viajando. Ele recebeu uma ligação da esposa, Cassie Stratton, instantes antes do desabamento, e ela dizia que um buraco havia se aberto na área da piscina antes da ligação ficar muda. Ela está entre os desaparecidos no desabamento.

Por TV Globo

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mundo

Caos e revolta na chegada de haitianos a aeroporto deportados dos EUA

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Imagens de vídeo registradas no aeroporto mostram pessoas lutando para pegar seus pertences pessoais depois que as bagagens foram jogadas de dentro do avião oriundo dos EUA. Há relatos de que alguns migrantes não foram informados de que seriam enviados de volta ao Haiti.

De acordo com um comunicado divulgado pelo Departamento de Segurança Interna dos EUA, houve dois incidentes relacionados aos voos que levaram os haitianos de volta.

A emissora de televisão NBC News apurou que os pilotos de um dos voos foram agredidos na chegada ao Haiti e que três oficiais da imigração dos EUA também ficaram feridos.

Pessoas buscam seus pertences em aeroporto haitiano
Legenda da foto,Pertences dos deportados foram jogados da aeronave que os trouxe dos EUA

Em um incidente separado no estado americano do Texas, um grupo de haitianos teria lutado contra guardas de fronteira do governo dos EUA e tentado escapar após perceber que seriam deportados. Eles estavam sendo transportados em um ônibus da cidade de Brownsville para Del Rio.

“Quando os migrantes descobriram que seriam enviados de volta ao Haiti, tomaram o ônibus e fugiram”, disse Brandon Judd, presidente do Conselho Nacional de Patrulha de Fronteira.

A deportação de migrantes foi criticada pela Partners In Health, ONG que atua no país.

“Durante um período desafiador e perigoso para o Haiti, é inconcebível e cruel mandar homens, mulheres e crianças de volta para o que muitos deles nem mesmo chamam mais de ‘casa’.”

Muitos haitianos deixaram o país após um terremoto devastador em 2010, e um grande número dos que estavam no campo vivia no Brasil ou em outros países da América do Sul e viajou para o norte depois de não conseguirem encontrar empregos ou situação legal.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16