Conecte-se conosco

Mundo

Um dos principais chefes da máfia italiana é preso no Brasil

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

A ministra italiana do Interior, Luciana Lamorgese, expressou nesta terça-feira (25) satisfação com a detenção no Brasil de um dos chefes da máfia calabresa, Rocco Morabito, o segundo criminoso mais procurado do país.

“É uma conquista extraordinária, que demonstra a capacidade da magistratura e dos organismos responsáveis pela aplicação da lei para combater de maneira eficaz o crime organizado e suas ramificações internacionais”, afirma a ministra em um comunicado.

“É um duro golpe para a ‘Ndrangheta (ndr: máfia calabresa). A luta contra as máfias e a ilegalidade é uma prioridade”, declarou o ministro da Defesa, Lorenzo Guerini.

Morabito, de 54 anos, era o segundo mafioso italiano mais procurado, atrás apenas do chefe da Cosa Nostra, Matteo Messina Denaro. O líder da ‘Ndrangheta foi detido na segunda-feira (24) na cidade de João Pessoa, resultado de “uma investigação conjunta entre Brasil e Itália”, informou a Polícia Federal.

Por Isto É

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mundo

Ataque em discoteca deixa cinco mortos na Colômbia

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Cinco pessoas morreram em 11 ficaram feridas em um ataque contra uma discoteca no Sudoeste da Colômbia na madrugada deste domingo, um ato que teria sido realizado por dissidentes das Farc, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

De acordo com o Exército, o ataque ocorreu na cidade de Tumaco, no distrito de Nariño, quando homens armados  “chegaram ao estabelecimento em um veículo, efetuando vários disparos de forma indiscriminada”. As Informações de Jornal O Globo.

Militares patrulham área do município colombiano de Tumaco Foto: RAUL ARBOLEDA / AFP

Os militares afirmam ainda que a ação foi realizada por uma dissidência das Farc conhecida como coluna Urías Rendón, e autoridades locais dizem que os confrontos na área se intensificaram nos últimos meses — a prefeita da cidade, María Emilsen Angulo, denunciou que homens armados estão provocando “caos, pânico e intranquilidade aos cidadãos”. No Twitter, o governador de Nariño, Jhon Rojas, afirmou que “a situação de grupos à margem da Lei supera a capacidade [de ação] das autoridades em Nariño”.

Localizada perto da fronteira com o Equador e com o segundo maior porto colombiano no Pacífico, Tumaco tem a segunda maior área cultivada com plantas de coca do país, cerca de 9,8 mil hectares, e é alvo de atuação de vários grupos armados, incluindo algumas dissidências das Farc, como a Frente Óliver Sinisterra e os Contadores.

Por Jornal O Globo

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16