Conecte-se conosco

Bahia

Investimentos no audiovisual são destaque na atuação da Funceb

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Com editais de fomento ao audiovisual da Bahia, a Fundação Cultural do Estado (Funceb), por meio da Diretoria de Audiovisual (Dimas), vem fortalecendo o setor ao longo dos anos, reforçando a atuação de diversos profissionais baianos na área. Dentre os principais investimentos está a execução dos recursos investidos no setor via Lei Aldir Blanc, com realização de dois editais: foram R$ 17,2 milhões na linguagem, com o Prêmio das Artes Jorge Portugal, e mais R$ 910 mil no Prêmio de Exibição Audiovisual.

No Prêmio das Artes Jorge Portugal foram selecionados 115 projetos de audiovisual nas categorias: Formação, Desenvolvimento de obras, Mostras, Festivais e Eventos, Pesquisa e Publicação, Memória, Obras em finalização, Produção de curtas-metragens e webséries, contemplando os elos da cadeia produtiva do audiovisual.

Já no Prêmio de Exibição Audiovisual foram premiadas 60 obras baianas dos mais variados formatos, da capital e do interior. Com o prêmio, as obras estão sendo veiculadas pela TVE e serão também veiculadas no Circuito Luiz Orlando de Exibição, quando ocorrer o retorno das atividades presencias nos pontos de exibição pelo estado. São, ao todo, 125 pontos entre escolas, Pontos de Cultura e espaços culturais, distribuídos em 102 cidades.

Visibilidade aos profissionais

Outra ação que visa fortalecer o setor é a Plataforma de Profissionais e Empresas do Audiovisual na Bahia, que vai, dentre outras ações, atrair produções audiovisuais para o estado, disponibilizando e conectando profissionais e empresas aptas a desenvolver e absorver prestações de serviços. Para estar na plataforma, o cadastro está aberto até 5 de julho.

A plataforma vai reunir dados dos agentes que atuam no setor de audiovisual no estado, como profissionais e empresas produtoras que compõem as áreas de pesquisa, roteiro, elenco, direção, produção, arte, efeitos especiais, fotografia, som, elétrica, maquinaria, edição, pós-produção, dentre outros, além de empresas que prestem Serviços de Infraestrutura como de locação e estúdios, acervos de arte (Cenografia e/ou Figurino), Serviços de Apoio como assessoria contábil e/ou financeira, jurídica, alimentação, comunicação, distribuição, hospedagem, segurança e transporte, e outros serviços.

Também podem se cadastrar prestadores de Serviços de Formação, Capacitação e Acessibilidade, como escolas e cursos técnicos de cinema, de fotografia, de interpretação, dentre outros. Profissionais podem se cadastrar gratuitamente no site da Funceb, até o dia 5 de julho.

Histórico

Desde 2017, a atuação da Funceb vem abrangendo também o apoio à produção audiovisual a partir do estímulo e suporte a realizadores e artistas; a difusão do audiovisual baiano, por meio do apoio à criação de novas janelas de exibição; a formação, na realização de cursos de capacitação, qualificação técnica e sensibilização do público para a linguagem; e a memória, com vistas à preservação de obras raras do audiovisual do estado com a Cinemateca da Bahia.

Nos últimos anos, houve crescimento no quantitativo de empresas produtoras, profissionais e de obras produzidas. Nacionalmente, o cenário audiovisual enfrenta gargalos junto ao fomento federal, com as dificuldades de efetivação de contratações junto a Agência Nacional de Cinema (Ancine) desde 2018, agravadas após 2019, bem como a pandemia.

Apesar das dificuldades, em 2019, uma das prioridades da atual gestão foi a captação de R$ 15 milhões junto à Ancine para realização dos Editais Setoriais do Audiovisual 2019. A Secretaria de Cultura (Secult) também disponibilizou cerca de R$5 milhões do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, somando o edital o montante de R$ 20 milhões. Foi o maior edital em volume de recursos realizado pelo estado da Bahia junto com o Fundo Setorial do Audiovisual.

O resultado foi a seleção de 75 projetos nas diversas categorias e outros 23 projetos selecionados para produzir e distribuir obras audiovisuais para cinema e TV, que se encontram em contratação com a Ancine, num total de quase 100 proponentes beneficiados.

Fonte: Ascom/Funceb

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bahia

Prorrogada fase de avaliação das inscrições do Bolsa Esporte até 28 de setembro

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), da última terça-feira (21), portaria nº 96/2021 que prorroga a fase de avaliação das inscrições e análises dos documentos dos atletas, do Edital do Bolsa Esporte nº 01/2021, até o próximo dia 28 de setembro. O Edital e seus anexos podem ser consultadas no site da Sudesb.

Com um investimento de R$ 1,2 milhão, o edital oferece benefícios mensais de R$ 380 a R$ 2 mil para atletas baianos radicados no estado, desde a iniciação até o alto rendimento. O apoio é concedido pelo prazo de 1 ano e renovável por igual período. Serão atendidas 37 modalidades olímpicas e 21 paralímpicas, além de mais 25 classificadas como modalidades reconhecidas e vinculadas.

Criado em 2011, o Bolsa Esporte já investiu cerca de R$ 4,8 milhões nos seis editais.

Fonte: Ascom/Sudesb

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16