Conecte-se conosco

Bahia

Eunápolis: Secretária de agricultura Eliane Menezes afirma que zona rural vai ganhar novos investimentos

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Por Fábio Del Porto –  Especial para o DiBahia.

A  reportagem do DiBahia esteve em Eunápolis para uma conversa com a secretaria de Agriculta da cidade Eliane Menezes.

A secretária de agricultura Eliane Menezes, e nossa equipe visitou obras realizadas na Colônia, Ponto Maneca e Ponto Bahia, muito foi realizado, mas, pontuou que tem muitas coisas para se fazer  na região,  “estamos apenas começando, a ordem da Prefeita Cordélia, é trabalhar”. quem nos acompanhou foi Radialista Anaildo Colônia, que junto com a reportagem, foi conferir de perto as realizações e ouvir os moradores,  ficou constatado  que estão muito felizes com o que foi feito nesses dias,  em Eunápolis.

O lema da administração Cordélia Torres Eunápolis Nasceu Para Ser Grande tem muito haver com o que vimos e se constata.

De acordo com a SEI, no terceiro trimestre de 2020, o PIB do agronegócio totalizou R$ 17,2 bilhões, enquanto o PIB baiano fechou o trimestre em R$ 74 bilhões. Com esses resultados, a taxa de participação do agronegócio na economia baiana alcançou 23,4%.

E a cidade de Eunápolis contribuí significativamente esses números, já que está entre os maiores produtores agrícolas do estado e entre os 5 maiores produtores de Café Canephora ou conillon.

A cidade é destaque na produção de eucalipto de onde se produz a celulose. Para se ter uma ideia, em 2018, as vendas do produto representaram 17% do total das exportações do estado, segundo o Ministério do Comércio Exterior. Na balança comercial brasileira, a matéria-prima, produzida a partir de árvores plantadas, dividiu o pódium com a soja.

“Apesar da calmaria na economia, foi um ano de muito movimento para o setor, com melhoria dos preços e das quantidades exportadas, além de uma significativa junção de duas empresas líderes no Brasil, que são a Fibria e Suzano”, analisa Wilson Andrade, presidente da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (Abaf).

Entrevista

O que a senhora pode destacar, tanto para a população rural, como para  todo o município de Eunápolis das benfeitorias,  que estão sendo e serão feitas nas estradas e nos ramais aqui na região  da Colônia, Ponto Maneca e adjacências?

A prefeita Cordélia, tem conhecimento da necessidade de todas as estradas rurais vicinais, é uma grande preocupação que se inicie estas ações antes das chuvas. O patrolamento de todas as estradas  está sendo realizado em duas frentes em duas regiões;  uma em Itú e Platina e o outro aqui na Colônia e Ponto Maneca até o Rio do Peixe. Porque são estradas que tem uma logística muito grande de escoamento,  tanto da agricultura familiar como do produtor empregador.

Quais as secretárias que estão envolvidas?

Então, a prefeita Cordélia tem essa preocupação, está engajada para esse trabalho e quatro secretarias estão neste projeto;  a nossa secretaria de Agricultura, em conjunto as secretárias de  Meio Ambiente através do secretário Flamarion Matos,  a secretaria de Infraestrutura, através do secretário Luiz Carrilho,  e a Secretaria de Serviço Público através do secretário Sandro Lopes. Mas o que é muito importante na administração da prefeita Cordélia,  são as equipes. Essas equipes estão todas empenhadas; nós temos aqui a equipe que tem o acompanhamento de nosso amigo Anaildo Colônia, que está sendo responsável pelo trabalho na região Colônia, Ponto Maneca e Rio Buranhém; e lá na Platina e Itú até o Miramar, na verdade até divisa com Guaratinga, temos o  Abenilsom, que vem fazendo um importante trabalho lá na região da Gabiarra.

Toda a administração municipal está envolvida neste importante propósito, que é levar desenvolvimento e prosperidade para todas essas regiões e para toda Eunápolis.

Igreja de São José no Ponto Maneca em Eunápolis – fé para ser grande. A cidade está entre os maiores produtores agrícolas do estado e entre os 5 maiores produtores de Café Canephora ou conillon. Imagem DiBahia

Qual o papel desempenhado especificamente pela secretária de agricultura?

E especificamente a Secretaria de Agricultura de Eunápolis, vem fazendo o levantamento das estradas,  a Secretaria de Infraestrutura cuida para fazer o levantamento topográfico e esse levantamento é feito, para sabermos os custos;  por exemplo, o custo de de cascalho em metro cúbico; para sabermos os custos de hora de patrolamento e a maneira como as equipes farão as ações e toda logística envolvida .

Todas as equipes são importantes para que esse trabalho seja desenvolvido no município. Lembrando que nós vamos chegar em alguns locais aí que tinha 15,  20 anos que a Patrol não passava no ramal. E hoje nós temos o início de um trabalho histórico. Muito ainda há de ser feito, estamos começando, é realmente algo inédito e de suma importância para Eunápolis

Além da prefeitura de Eunápolis quais outros caminhos a secretaria de agricultura está buscando para captação de recursos?

Nós estamos participando de um edital junto ao Governo Federal, porque nós precisamos melhorar o meio rural. Eunápolis é um município agrícola, e a agricultura familiar e o agronegócio são importantes para o desenvolvimento humano e para a geração de emprego e renda na região do extremo sul da Bahia.

Anaildo Colônia e a Secretária de agricultura Eliane Menezes – trabalho em equipe.
O futuro se planta no agora – Imagem DiBahia

É uma questão histórica que está acontecendo no município com essas benfeitorias para o escoamento da produção rural. E economicamente, que tipos de  benefícios estas ações possibilitam, tanto para o município como já foi dito, Eunápolis é uma cidade regional, qual é a visão da secretaria da agricultura quanto a essas ações estruturantes na zona rural eunapolitana?

 A visão é a mais ampliada possível. Nós temos um comércio forte, onde a agricultura familiar, movimenta o dinheiro dentro do município; sabemos que o dinheiro que circula em Eunápolis, uma boa parcela é advindo da agropecuária.E termos essa visão é muito importante.

O empregador agrícola, o produtor rural, o agronegócio, de maneira geral emprega muito. E especialmente, nós temos a agricultura familiar, que movimenta o comercio local e regional.

O trabalho que estamos realizando aqui na zona rural, é histórico, é para o progresso da nossa cidade. E é um trabalho, que daqui a 6 meses,  vamos ver os frutos dessas ações, com certeza. Nos estamos realizando algo que estava, digamos assim, parado; e com essas ações, podemos possibilitar, ainda mais a valorização do agronegócio e da agricultura familiar em nosso município, e na região.

Agricultura familiar, que movimenta o comercio local e regional – cuidado especial.

O que já foi feito e o que ainda vai ser realizado?

Nos temos planos para todas as cidades do município, na região  da Colônia, Ponto Maneca, Rio Buranhem – ou Rio do Peixe, como é popularmente conhecido – nos já estamos com cerca de 30 Km de estradas que foram patroladas e alguns locais precisam ser cascalhadas. Na região de Itú,  Platina até chegar próximo à divisa com Guaratinga nós temos 40 Km e algumas estradas, algumas ladeiras já estão com cascalho.Lembrando que o trabalho só está no início.

 Nosso objetivo em um curto período é que essas ações vão auxiliar e muito o escoamento da produção rural. Temos, por exemplo,  grandes produtores de leite,  pequenos e grandes produtores  de fruticultura que dependem de uma logística satisfatória para entregar a mercadoria no centro de Eunápolis em outros municípios com qualidade porque o produto não perdeu a qualidade ou deteriorou em função da Estrada.

Cooperou Anaildo Colônia

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bahia

Prorrogada fase de avaliação das inscrições do Bolsa Esporte até 28 de setembro

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), da última terça-feira (21), portaria nº 96/2021 que prorroga a fase de avaliação das inscrições e análises dos documentos dos atletas, do Edital do Bolsa Esporte nº 01/2021, até o próximo dia 28 de setembro. O Edital e seus anexos podem ser consultadas no site da Sudesb.

Com um investimento de R$ 1,2 milhão, o edital oferece benefícios mensais de R$ 380 a R$ 2 mil para atletas baianos radicados no estado, desde a iniciação até o alto rendimento. O apoio é concedido pelo prazo de 1 ano e renovável por igual período. Serão atendidas 37 modalidades olímpicas e 21 paralímpicas, além de mais 25 classificadas como modalidades reconhecidas e vinculadas.

Criado em 2011, o Bolsa Esporte já investiu cerca de R$ 4,8 milhões nos seis editais.

Fonte: Ascom/Sudesb

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16