Conecte-se conosco

Bahia

Último dia de inscrição para formação de educadores com foco no Novo Ensino Médio

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Seguem até esta quarta-feira (21) as inscrições para o curso Módulo de Atualização em Projeto de Vida e Cidadania com foco na implementação do Novo Ensino Médio que será desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado (SEC). São ofertadas 1.200 vagas para professores e coordenadores pedagógicos, sendo duas por unidade escolar. O objetivo é ampliar os conhecimentos dos educadores sobre este novo componente curricular, abordando questões como identidades, representações, participação social e mundo do trabalho.

O Módulo de Atualização em Projeto de Vida é uma formação digital de 41 horas, divididas em duas etapas e que vai acontecer de agosto a novembro de 2021. A atividade está alinhada com a política do Novo Ensino Médio da Bahia, que é inspirada nas diretrizes do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). A construção dessa agenda formativa parte de instrumentos de diagnóstico, avaliação e discussões com os cursistas, além de atividades síncronas e assíncronas, como exercícios, autoavaliações, vídeos e propostas de leitura.

A formação chega ao seu segundo ano em parceria estratégica com o Programa Pense Grande, da Fundação Telefônica Vivo e seus parceiros executores locais: Afeto – Educação, Comunicação e Juventudes e CIPÓ – Comunicação Interativa. Um dos desdobramentos desta parceria é o e-book “Projeto de vida: porta de entrada para o Novo Ensino Médio”, que sistematiza a experiência de 435 profissionais que foram formados e apoiados para implementar o módulo em suas escolas.

Fonte: Secretaria de Educação do Estado

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bahia

Invasões em áreas da Marinha em Mogiquiçaba são feitas às autoridades

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

ESPECIAL POR A GAZETA BAHIA – Após a constatação de crimes ambientais, invasões de áreas da Marinha, construções irregulares, e outras ações predatórias que estão sendo praticadas de forma irresponsável no centenário distrito de Mogiquiçaba, no município de Belmonte, moradores resolveram ingressar com ações junto ao Ministério Público Estadual, com o objetivo de impedir essas ações criminosas e devastadoras contra a natureza naquela paradisíaca localidade até bem pouco tempo, praticamente intocável.

As denúncias junto às autoridades apontam uma série de ações criminosas e cobram do Ministério Público intervenções imediatas para a suspensão das práticas predatórias que podem comprometer gerações futuras com graves consequências ao meio ambiente e à natureza.
Na quinta-feira, 22, a reportagem do agazetabahia esteve em Mogiquiçaba, e pode constatar as invasões em áreas da Marinha, destruição de manguesais, construções em andamento, homens trabalhando nas áreas de praia, instalações elétricas irregulares com fios expostos levando perigo aos turistas, e outros crimes.

Apesar de o Ministério Público já ter sido alertado sobre esses crimes, a inércia ainda predomina e os crimes ambientais continuam avançado.
Por outro lado, mesmo a Prefeitura de Belmonte ter sido intimada acerca da situação, ainda não foram tomadas as medidas cabíveis parar coibir esses crimes ambientais ou evitar a destruição da natureza naquela localidade de rara beleza.

Nesta segunda-feira, 26, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Adolfo Meneses, defendeu uma política específica para a proteção dos manguezais da Bahia, enfatizando que são fundamentais para evitar as mudanças climáticas, e que são berçários para diversas especies de bichos e mariscos, fundamentais para a vida marinha.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16