Conecte-se conosco

Mundo

Alemanha estuda combinação de vacinas distintas contra variante da Covid-19

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

O ministério  da Saúde alemão anunciou, nesta sexta-feira (2), que a Alemanha já está esperando por uma nova onda da pandemia da Covid-19, causada pela variante do coronavírus Delta, identificada pela primeira vez na Índia. Na ocasião, o ministro Jens Spahn informou que o país está testando a combinação de vacinas para tentar barrar a variante. 

De acordo com as informações da Reuters, e conforme divulgou o portal G1, o ministro alemão  disse a jornalistas que o país pretende combinar, no futuro, uma primeira dose da vacina da AstraZeneca com uma segunda dose de uma outra vacina baseada em RNA mensageiro, como, por exemplo a da Pfizer/BioNTech ou da Moderna.Isso por que testes com o acréscimo de uma dose de um imunizante de RNA apontou uma proteção maior contra a variante Delta.

Jens Spahn informou ainda que o país tem doses suficientes de todas as vacinas para fazer essa alteração, assim como para fornecer doses de reforço para quem quiser tomá-las no outono do Hemisfério Norte. A variante delta do coronavírus (B.1.617) foi identificada pela primeira vez na Índia no ano passado. Ela tem uma mair transmissibilidade e demonstra uma taxa de crescimento “substancialmente aumentada” em comparação com outras variantes. 

Tobias Schwarz – AFP

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mundo

Estados Unidos lançam ataques aéreos em apoio às forças afegãs

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Os Estados Unidos realizaram ataques aéreos para apoiar forças do governo do Afeganistão que estão pressionadas pelo Talibã, enquanto forças estrangeiras lideradas pelos EUA cumprem as últimas etapas da sua retirada do país.

O porta-voz do Pentágono, John Kirby, disse a repórteres que os ataques aéreos foram em apoio às forças de segurança afegãs nos últimos dias, mas não deu detalhes.

O Talibã, através de seu porta-voz, Zabihullah Mujahid, afirmou que os ataques foram feitos na noite de quarta-feira (21) nos arredores da cidade de Kandahar, no sul, matando três dos seus combatentes e destruindo dois veículos.

“Confirmamos esses ataques aéreos e os condenamos da maneira mais forte possível. É um ataque em clara violação ao acordo de Doha porque eles não podem realizar operações após maio”, disse, referindo-se ao acordo entre EUA e o Talibã que abriu o caminho para a retirada das forças norte-americanas.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16