Conecte-se conosco

Sociedade

Pastora arruma segunda esposa para marido pastor após revelação

Publicado

em

Pastores Éden Asvolinsque e Fernanda Asvolinsque e nova esposa
Voiced by Amazon Polly

De posse dessa ‘promessa mortal’, a pastora já arrumou a sua substituta para se casar com o seu esposo pastor.

A pastora Fernanda Asvolinsque, de 43 anos, que lidera com o seu esposo, o pastor Éden Asvolinsque, a Igreja Juventude de Cristo em Barra Mansa (RJ), desta vez foi longe demais.

O casal está sendo alvo de muitas críticas desde que a pastora arrumou uma jovem para ser a segunda esposa do seu marido.

A justificativa da religiosa é que, em novembro de 2020, ela recebeu uma revelação de Deus, de que está sendo preparada para ser ‘colhida’ da terra em 2021, ou seja, vai morrer esse ano.

De posse dessa ‘promessa mortal’, a pastora já arrumou a sua substituta para se casar com o pastor, quando ela for para o plano espiritual.

Fernanda afirma que está muito doente, mas que não irá ao médico, porque a vontade de Deus é de que ela morra esse ano.

“Deus disse a mim desde novembro, que está me preparando, porque Ele vai me colher nesse ano. Eu tô com paz na minha alma, estou bem resolvida em relação a tudo isso… Agora era o momento de vocês blindarem o pastor, blindarem a minha casa, blindarem a minha família, blindarem a igreja… Eu ouvi, eu sei o que Deus falou pra mim”, disse a pastora.

As declarações da pastora geraram polêmica no meio evangélico, e muitos acreditam, inclusive, que tudo não passa de uma armação do casal que, supostamente, curte um relacionamento a três. Ou que até mesmo estão separados, mas não querem tornar público, para não perder os fiéis e seus dízimos.

Após muitas críticas e insinuações contra o casal de pastores, que agora é um trisal, a pastora Fernanda desabafou nos Stories do seu Instagram.

Veja o vídeo na integra.

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sociedade

Prefeitura do Rio planeja um ano de festas para celebrar reabertura

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes anunciou hoje (29) que a cidade fará um ano de eventos para marcar a reabertura que está prevista com o avanço da vacinação contra a covid-19. Na programação, o prefeito antecipou que realizará o “maior Reveillon da história da cidade” e também vai apoiar as escolas de samba para o desfile na Marquês de Sapucaí.

Caso as projeções se confirmem, tanto a festa de Ano Novo quanto o Carnaval devem ocorrer quando o uso de máscaras já tiver deixado de ser obrigatório na maior parte da cidade, o que está previsto para ocorrer em 15 de novembro.

“Nada é mais antagonista, nada é mais adversário, mais diferente do Rio do que o coronavírus. Essa é uma cidade do encontro, do abraço, da celebração”, disse Paes. “Nosso desejo é que o Rio seja a cidade do mundo inteiro que melhor celebre esse momento de reencontro da humanidade, da civilização, com ela mesma”.

O prefeito destacou que, apesar do horizonte de reabertura, a pandemia não acabou e ainda requer que a população mantenha as medidas de prevenção, como o uso de máscara, o distanciamento social e a higiene de mãos e respiratória. Além disso, a retomada depende de que os cariocas continuem a se vacinar, já que o plano anunciado hoje prevê percentuais vacinais mínimos para avançar em cada uma das três etapas.

Segundo o plano, se 80% dos cariocas tiverem tomado a primeira dose em 15 de novembro e 75% tiverem recebido a segunda dose, será possível liberar a população do distanciamento social e do uso de máscaras, que passarão a ser obrigatórias somente no transporte público e em unidades de saúde.

O calendário de eventos que marcará a reabertura vai começar já em 2 de setembro, com um festival que terá atividades culturais, artísticas e gastronômicas em espaços abertos. O evento contará com um ponto facultativo em 3 de setembro e vai se estender até o dia 5 de setembro. Estão previstos também a apresentação de DJs na orla, campeonatos de futebol e atividades esportivas ao ar livre.

Outros eventos serão anunciados futuramente, compondo um calendário anual que será concluído em 2 de setembro de 2022, quando Paes vai propor que seja criado um novo feriado municipal, o Dia do Reencontro. Paes aproveitou o anúncio para fazer um pedido público aos organizadores do Rock in Rio para que tentem realizar o festival, programado para o ano que vem, incluindo essa data.

“Não tem presente maior para essa cidade do que comemorar o aniversário de um ano de reencontro, com o feriado do reencontro e a abertura do Rock in Rio”.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16