Conecte-se conosco

Porto Seguro

Forró da Morte

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Insano, louco, irresponsável, cruel! Estes são apenas alguns dos adjetivos que podem ser usados para classificar a iniciativa da Prefeitura de Porto Seguro, que promoveu uma ação de vacinação na Passarela do Álcool, regada à banda de forró ao vivo, comidas típicas e decoração junina. Na prática, um arraiá, onde se devia prezar pelo distanciamento social. Não bastasse este absurdo, a Prefeitura já divulgou nas redes sociais que o evento será repetido nesta terça-feira.

Não Dá Pra Alegar Ignorância

Passados 15 meses desde o registro do primeiro caso de Covid-19 no Brasil, é inadmissível que alguém, em sã consciência, possa dizer que não tem ideia das medidas mais básicas para evitar o contágio pelo Novo Coronavírus. Quando a gente pensa que uma ação como essa é promovida exatamente por quem deveria zelar pela saúde da população, fica ainda mais inacreditável que esse fato tenha sido real. O problema é que, não só foi real, como contou com o apoio e a presença de Secretária Municipal de Saúde, Dra. Raíssa Soares, além do Prefeito Jânio Natal, que não satisfeitos em promover a barbárie, ainda foram filmados dançando forró e incentivando as pessoas presentes a fazerem o mesmo.

Risco de Contágio Altíssimo

Não bastasse a presença de uma banda tocando ao vivo, ainda foram servidas diversas comidas típicas para os presentes, que lotaram o local. Mingau de milho, amendoim, canjica e diversos outros pratos eram servidos de forma indiscriminada, aumentando significativamente o risco de contágio das pessoas, por sua vez, ignoravam os riscos. Além disso, as cadeiras colocadas para os que esperavam a sua vez de receber a imunização foram dispostas sem respeitar o distanciamento recomendado pelos protocolos impostos por todas as autoridades sanitárias do planeta.

Péssimo Exemplo

Com 177 óbitos por Covid-19 e cerca de 97% dos leitos de ocupados no município, a estratégia da prefeitura pode se transformar em um verdadeiro tiro no pé, visto que a aglomeração formada no local pode servir de incentivo para outras possíveis comemorações juninas, o que já foi vedado pelo Governo do Estado, com o intuito de conter o contágio em massa. Desta forma, Jânio deixa claro que o negacionismo é, de fato, o caminho escolhido por um governo que, desde a sua posse, vem incentivando ações que podem tornar tudo mais difícil, ignorando, inclusive, a dor das famílias que perderam seus entes.

Falta Explicar Muita Coisa

Ao invés de promover ações que favorecem o contágio, a Secretaria Municipal de Saúde deveria vir a público para explicar o que está sendo feito para apurar as denúncias feitas sobre a prática de “fura-fila” e possível venda de vacinas no município, que foram veiculadas há cerca de dez dias. Ao invés disso, o Prefeito Janio Natal se limita a editar o Decreto N° 12.280/21, que cria a Comissão de Acompanhamento de Vacinação Contra a Covid-19 de Grupos Prioritários. O problema é que, pelo menos um dos membros da comissão, é suspeito de ter sido beneficiado com o fura-fila. Trata-se do Coordenador de Artes Cênicas da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, Tiago Maciel Nascimento, que é ligado aos projetos Baianarte e Juventude, e teria viabilizado a vacinação de toda a equipe das duas entidades, sob a alegação de que são professores, mesmo o D.O. tanto do estado quanto do Município, serem muito claros, quando concedem a prerrogativa de imunização aos Profissionais da Educação Básica, Ensino Médio e Superior do Poder Público e Privado.

Servidor Público, Guia de Turismo, Radialista e um apaixonado pela política. Decepcionado com as brigas repletas de ofensas sobre o tema nas redes sociais, tenta trazer o assunto para ser discutido com argumentos lógicos e, sobretudo, muito respeito, sem perder o FIO DA MEADA!

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Porto Seguro

Outro Bicho-preguiça é achado em obra em P. Seguro

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Um bicho-preguiça foi resgatado, nesta quarta-feira (28), em uma obra em Porto Seguro.

Segundo informações do G1 os funcionários da obra perceberam a presença do animal e entraram em contato com a Secretaria de Meio Ambiente. Fiscais da secretaria fizeram o resgate do animal, que foi avaliado e apresentou boas condições de saúde.

Este é 3º animal capturado na área urbana de Porto Seguro

Após a captura, o bicho-preguiça foi solto em uma área de mata da cidade.

da redação com G1

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16