Conecte-se conosco

Bahia

Hemoba celebra Dia Mundial do Doador com apresentações e live sobre o ciclo do sangue

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Junho é mês de celebrar e incentivar a doação de sangue como um ato de solidariedade e amor ao próximo. Por isso, a Fundação Hemoba terá uma programação especial nos próximos dias, com lives sobre o ciclo do sangue, doações de grupos de diversos segmentos da sociedade, coleta itinerante, apresentação de quadrilhas juninas e outras atrações no hemocentro, na Vasco da Gama, em Salvador.

Nesta segunda-feira (14), o multiartista Edd Bala estará na Fundação Hemoba apresentando as atividades em celebração ao Dia Mundial do Doador de Sangue. A partir das 8h30, os estudantes do ensino médio do Colégio Nossa Senhora das Mercês farão uma apresentação de cordéis na área externa da Hemoba e, às 10h, o cantor e compositor Junior Machado se apresenta na área externa da instituição para comemorar a data.

Durante a manhã também será feita uma live com Ed Bala no instagram da Hemoba (@hemobaoficial) sobre o ciclo do sangue, mostrando cada etapa da doação de sangue e os processos pelos quais passam a bolsa antes de ser transfundida em quem precisa.

Campanha Nacional

No perfil do Flamedula no instagram, apoiador do Junho Vermelho em todo país, também estão sendo sorteados 20 mantos oficiais do Flamengo, 10 deles autografados pelos jogadores do time rubro-negro. Torcedores voluntários de todo o país podem participar da ação, que fará a live com os nomes sorteados no dia 1º de julho, às 19h, no @flamedula10.

Quem pode participar

Para doar sangue, o voluntário deve estar de máscara, em boas condições de saúde, sem sintomas virais, pesar mais de 50 quilos, estar bem alimentado, ter dormido por pelo menos 6 horas, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não fumar por, pelo menos, duas horas e ter entre 16 e 69 anos incompletos. Menores de 18 anos precisam estar acompanhados de um responsável legal, e apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.

Pessoas que se vacinaram contra a Covid-19 com a vacina da Coronavac poderão doar sangue após 48 horas. No caso do imunizante da AstraZeneca e da Pfizer, as pessoas podem doar após sete dias da vacinação. Durante a pandemia, a recomendação é de que pessoas com mais de 60 anos permaneçam em casa.

Fonte: Ascom/Hemoba

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bahia

Invasões em áreas da Marinha em Mogiquiçaba são feitas às autoridades

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

ESPECIAL POR A GAZETA BAHIA – Após a constatação de crimes ambientais, invasões de áreas da Marinha, construções irregulares, e outras ações predatórias que estão sendo praticadas de forma irresponsável no centenário distrito de Mogiquiçaba, no município de Belmonte, moradores resolveram ingressar com ações junto ao Ministério Público Estadual, com o objetivo de impedir essas ações criminosas e devastadoras contra a natureza naquela paradisíaca localidade até bem pouco tempo, praticamente intocável.

As denúncias junto às autoridades apontam uma série de ações criminosas e cobram do Ministério Público intervenções imediatas para a suspensão das práticas predatórias que podem comprometer gerações futuras com graves consequências ao meio ambiente e à natureza.
Na quinta-feira, 22, a reportagem do agazetabahia esteve em Mogiquiçaba, e pode constatar as invasões em áreas da Marinha, destruição de manguesais, construções em andamento, homens trabalhando nas áreas de praia, instalações elétricas irregulares com fios expostos levando perigo aos turistas, e outros crimes.

Apesar de o Ministério Público já ter sido alertado sobre esses crimes, a inércia ainda predomina e os crimes ambientais continuam avançado.
Por outro lado, mesmo a Prefeitura de Belmonte ter sido intimada acerca da situação, ainda não foram tomadas as medidas cabíveis parar coibir esses crimes ambientais ou evitar a destruição da natureza naquela localidade de rara beleza.

Nesta segunda-feira, 26, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Adolfo Meneses, defendeu uma política específica para a proteção dos manguezais da Bahia, enfatizando que são fundamentais para evitar as mudanças climáticas, e que são berçários para diversas especies de bichos e mariscos, fundamentais para a vida marinha.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16