Conecte-se conosco

[email protected]

Dia dos Namorados: Poeta e MC Má Reputação canta sobre afeto, sexualidade e relacionamentos entre pessoas negras em lançamento duplo

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Inspirada na pensadora negra, Bell Hocks, a artista lança na sexta-feira, 11, o videopoema “Resquícios” e no sábado, dia dos namorados, o single “Deixa de Banca”.

Na semana em que o dia dos namorados ganha destaque, a artista baiana Má Reputação presenteia o público com o lançamento de uma casadinha musical e poética. No videopoema “Resquícios”, a artista fala sobre inseguranças e a necessidade de autocuidado para fortalecimento das relações. Já no single “Deixa de Banca”, ela apimenta o clima trazendo sexualidade e compromisso para o centro da conversa. 

O lançamento ainda terá live com a CEO da comunidade de relacionamento Afro Dengo, Lorena Ifé, nesta quarta-feira, 09, às 19h. A playlist “Amor e Cura” já está disponível no Spotify para esquentar a semana das apaixonadas  por si mesmas e/ou por outrxs.

Inspirada no texto “Vivendo de Amor”, da escritora e ativista negra norte-americana Bell Hocks, Má Reputação preparou um conteúdo especial nas redes sociais para refletir sobre as experiências amorosas de mulheres negras junto com o público. 

“A escravização e a misoginia impactaram de forma profunda a vida de pessoas pretas, principalmente das mulheres pretas, que apesar da ascensão política e social que marcam os últimos anos, ainda se sentem solitárias quando o assunto é amor”, argumenta a artista. 

O texto de Bell Hocks revela como esse sentimento se constrói desde as relações familiares na infância, e como reconhecer estas sequelas históricas é fundamental para o avanço nas relações entre pessoas pretas.

O vídeopoema “Resquícios”, produzido pela própria artista, será lançado dia 11/06 em seu canal no YouTube. O single “Deixa de Banca”, conta com a produção musical de Lukas Horus, e estreia nas principais plataformas de streaming no dia 12. O pré save já está disponível no link da bio de Má Reputação.

Faça o pré-save da faixa “Deixa de Banca” e ouça a partir de 12/06.

Sobre Má Reputação

Karen Oliveira é conhecida artisticamente como Má Reputação. É poeta, MC, Produtora Cultural e Comunicadora Social. Empreendedora da palavra em prol do autocuidado e da cura de um povo historicamente marginalizado e explorado, mas que carrega em sua ancestralidade o DNA de reis e rainhas.Entre os trabalhos mais conhecido estão os videoclipes de “Rata Nata”, em parceria com a MC carioca, Aika Cortez, “Garotas no poder”, com as rappers Bruna MC e Tulipa Negra, e o mais recente “Folhas Sagradas” lançado pelo Selo Nsabas, do qual faz parte.  Desaguando em forma de ritmo e poesia por diversas regiões da Bahia, seu trabalho foi premiado pelo “Troféu Mãe Ilza Mukalê” de 2019 e faz parte do documentário “A voz das Minas”.

Por Beatriz Almeida

Seriedade e Confiança Tudo isso em um só lugar Informação feita para VOCÊ

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

[email protected]

Governo do Estado lança cartilha “Fui Vítima de LGBTfobia: o que fazer?

Publicado

em

Por

O Governo do Estado disponibiliza, no site da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), a cartilha “Fui Vítima de LGBTfobia: o que fazer?”. A cartilha apresenta informações e instruções para pessoas LGBTQIA+ que sofrem ou já sofreram algum tipo de violência LGBTfóbicas.

Segundo o coordenador LGBT da SJDHDS, Kaio Macedo, a ideia da cartilha surgiu durante o Maio da Diversidade. “Percebemos que essa parcela da população desconhece os seus direitos e não tem acesso à justiça. A cartilha traz os avanços que conquistamos, a nossa rede de proteção e promoção dos direitos, que atende as pessoas que sofreram violência LGBTfóbica, além de orientações pós violência”, explica Kaio.

Na cartilha, os cidadãos e cidadãs têm acesso a informações sobre os tipos de violências e violações de direitos sofridas pela população LGBTQIA+, assim como contatos e formas de denúncias de cada órgão da rede de proteção, a exemplo do Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT (CPDD-LGBT), Conselho LGBT da Bahia, Ouvidoria Geral do Estado (OGE), Secretaria da Segurança Pública (SSP) e Defensoria Pública (DPE).

“Vejo essa cartilha como uma arma importantíssima na luta em defesa da comunidade LGBTQIA+ e no combate à LGBTfobia, que está tão presente, infelizmente, em nosso país. Com essa cartilha, podemos criar uma rede de amparo onde as informações serão difundidas para que mais pessoas saibam como denunciar”, comemora o produtor cultural Roberto Júnior.

A LGBTfobia é um conceito que abrange diversas formas de violência contra pessoas que não são heterossexuais ou cisgêneras, seja verbal, física ou psicológica. Em 2019, o Supremo Tribunal Federal (STF) criminalizou o preconceito contra homossexuais e transexuais, equiparando crimes de LGBTfobia ao de racismo. Ou seja, atos de violências contra pessoas LGBTQIA+ devem ser enquadrados de acordo com a Lei no 7.716, de 5 de janeiro de 1989.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16