Conecte-se conosco

Bahia

Prefeita de Eunápolis faz visita técnica a UPA do Rosa Neto

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Na manhã de segunda-feira, dia 07 de junho, a prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres, esteve em visita técnica, às instalações (desativadas) do prédio da UPA, no bairro Rosa Neto, acompanhada dos secretários – de Saúde, Anara Sartório; Infraestrutura, Luiz Carrilho; de Governo, Osvaldo Soares;
o enfermeiro Cleber Cunha e assessores da prefeita. A gestora viu de perto a realidade do abandono e sucateamento do equipamento de saúde pública que a muito tempo poderia está atendendo a demanda de saúde, mas, encontra-se completamente deteriorado, sem nunca ter sido inaugurado.

A prefeitura irá restaurar a estrutura física do imóvel e fará um estudo técnico para adequar o equipamento de saúde à realidade da população. A UPA do Rosa Neto é um projeto de mais de uma década que nunca se tornou realidade, em que, brevemente, irá de fato, servir ao povo eunapolitano.

A prefeitura irá restaurar a estrutura física do imóvel e fará um estudo técnico para adequar o equipamento de saúde à realidade da população

Estudos estão sendo feitos para a viabilidade do melhor formato a ser implantado no local, com aproveitamento de todo espaço e capacidade do imóvel, que deverá ofertar ao cidadão um atendimento digno e humanizado de saúde.

A prefeita Cordélia foi enfática: “A nossa meta é fazer de Eunápolis uma referência de saúde humanizada, e por esta razão, não iremos medir esforços, enquanto governo, de tornar isso uma realidade, e jamais aceitaremos que um equipamento deste chegue a esse ponto”, finalizou.
.
.
Sucom – Prefeitura de Eunápolis

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bahia

Agnelo Santos é reconduzido ao cargo de prefeito de Santa Cruz Cabrália

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

O desembargador Federal Ney Bello concedeu habeas corpus que reconduziu Agnelo Santos ao cargo de  prefeito dizendo que “verifica que inexistem neste momento condições de manutenção da medida cautelar de afastamento ao cargo público no caso de Prefeito Municipal em face à ausência da contemporaneidade pois o delito em apuração segundo noticiam os autos foi cometido há mais de 3 anos e conforme reconhecido por esta corte se deu antes da posse no mandato em 1º de Janeiro de 2018” informou o desembargador. 

Ele ainda justifica na sua decisão expedida hoje que “não é de todo razoável manter o prefeito eleito democraticamente afastado do exercício do seu mandato”.

A cerimônia de recondução será na manhã desta quinta-feira 25. 

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16