Conecte-se conosco

Sociedade

Bilionário Carlos Wizard diz que Nise Yamaguchi agiu como Jesus Cristo na CPI

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

O empresário Carlos Wizard foi às redes sociais nesta quinta (3) com uma mensagem de apoio à médica Nise Yamaguchi, que prestou depoimento à CPI da Covid na terça (1) para falar da proximidade dela com Jair Bolsonaro e da bula da cloroquina.

“Expresso o mais profundo respeito, admiração e carinho à dra. Nise Yamaguchi que lamentavelmente essa semana foi agredida por aqueles que deveriam respeitá-la e agradecer seu esforço incansável de salvar vidas”, escreveu o empresário.

Ela foi interrompida por senadores e acusada de não ter conhecimento para discutir o tratamento da doença, o que levantou reações nas redes sociais.

Para Wizard, Nise “agiu como Jesus Cristo agiria se estivesse em seu lugar”.

“Ela manteve a calma, deu a outra face e não agrediu seus ofensores”, escreveu o empresário na internet. Wizard também foi alvo de requerimento para depor na CPI. O senador Alessandro Vieira ainda protocolou um pedido para quebrar sigilos do bilionário, mas não foi apreciado.

Na mensagem publicada na rede social, ao lado de uma foto com a médica, o empresário também diz que “os homens e mulheres de bem do Brasil tomaram as dores dessa sra, que é um anjo de Deus na terra” e convida seus seguidores de rede social a enviarem mensagem de apoio à médica.

​”Cada cidadão tem o direito de discordar com uma orientação médica, mas isso não lhe dá o direito de ultrajar, insultar e desacatar qualquer profissional de saúde desse país”, escreve Wizard, que chegou a ser nomeado para assumir um cargo no Ministério da Saúde em 2020, mas saiu em meio a uma polêmica sobre a contagem das vítimas da doença.

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sociedade

Pastora arruma segunda esposa para marido pastor após revelação

Publicado

em

Por

Pastores Éden Asvolinsque e Fernanda Asvolinsque e nova esposa
Voiced by Amazon Polly

De posse dessa ‘promessa mortal’, a pastora já arrumou a sua substituta para se casar com o seu esposo pastor.

A pastora Fernanda Asvolinsque, de 43 anos, que lidera com o seu esposo, o pastor Éden Asvolinsque, a Igreja Juventude de Cristo em Barra Mansa (RJ), desta vez foi longe demais.

O casal está sendo alvo de muitas críticas desde que a pastora arrumou uma jovem para ser a segunda esposa do seu marido.

A justificativa da religiosa é que, em novembro de 2020, ela recebeu uma revelação de Deus, de que está sendo preparada para ser ‘colhida’ da terra em 2021, ou seja, vai morrer esse ano.

De posse dessa ‘promessa mortal’, a pastora já arrumou a sua substituta para se casar com o pastor, quando ela for para o plano espiritual.

Fernanda afirma que está muito doente, mas que não irá ao médico, porque a vontade de Deus é de que ela morra esse ano.

“Deus disse a mim desde novembro, que está me preparando, porque Ele vai me colher nesse ano. Eu tô com paz na minha alma, estou bem resolvida em relação a tudo isso… Agora era o momento de vocês blindarem o pastor, blindarem a minha casa, blindarem a minha família, blindarem a igreja… Eu ouvi, eu sei o que Deus falou pra mim”, disse a pastora.

As declarações da pastora geraram polêmica no meio evangélico, e muitos acreditam, inclusive, que tudo não passa de uma armação do casal que, supostamente, curte um relacionamento a três. Ou que até mesmo estão separados, mas não querem tornar público, para não perder os fiéis e seus dízimos.

Após muitas críticas e insinuações contra o casal de pastores, que agora é um trisal, a pastora Fernanda desabafou nos Stories do seu Instagram.

Veja o vídeo na integra.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16