Conecte-se conosco

Mundo

ORIENTE MÉDIO – Palestinos buscam respostas nos escombros de Gaza

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Tudo o que sobrou do que um dia foram prédios residenciais e lojas não passa agora de entulho, roupas rasgadas, pedaços de metal – e memórias de vidas perdidas. Adli al-Kolak lamenta a perda de seu irmão e de outros parentes numa tenda de luto que a família ergueu em frente aos escombros de sua casa destruída. Vinte e um membros de sua família foram mortos durante ataques aéreos israelenses nas primeiras horas de 16 de maio. Kolak mora logo ao lado.

“Eu não consigo descrever meus sentimentos muito bem”, afirma. “É um misto de depressão, tristeza e medo. Não consigo entender direito o que aconteceu. Estou muito chocado. Em dois ou três minutos, o prédio estava completamente destruído, veio abaixo, e meus familiares se encontravam todos debaixo dos escombros.” Ele afirma que ainda ouve gritos de ajuda de parentes, incluindo crianças, que ficaram presos sob os escombros. Apenas alguns conseguiram sair com vida. “O que um bebê de 6 meses tem a ver com isso?”, pergunta. “Ele lançou foguetes contra Israel?”

O conflito de 11 dias matou 248 palestinos. Dezenas deles eram militantes do Hamas, mas entre os mortos também havia pelo menos 66 crianças. Segundo as autoridades de saúde na Faixa de Gaza, mais de 1.900 pessoas ficaram feridas. Em Israel, 12 pessoas, incluindo um soldado e uma criança, foram mortas por foguetes disparados a partir de Gaza.

Por DW

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mundo

ORIENTE MÉDIO – Gaza registra novos bombardeios

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

As Forças de Defesa de Israel confirmaram nesta terça-feira (15) que iniciaram novos bombardeios na Faixa de Gaza.

O lado palestino diz que o ataque ocorreu próximo a um povoado no sul da Faixa de Gaza, mas não deu maiores detalhes, segundo a agência France Presse. Não há informações sobre mortos ou feridos.

Esse é o primeiro enfrentamento mais grave na região desde maio, quando palestinos e israelenses concordaram em um cessar-fogo após 11 dias de confrontos. Estima-se que 260 pessoas morreram no lado palestino e 13 em Israel.

O episódio também marca a primeira tensão em Gaza desde a posse do novo governo, do primeiro-ministro Naftali Bennett. Ele governa o país desde domingo, quando conseguiu formar uma ampla coalizão que reúne políticos de diferentes denominações unidos para tirar Benjamin Netanyahu do poder.

Enfrentamentos como o desta terça vão significar um teste para essa aliança. Isso porque o grupo é composto tanto por políticos nacionalistas e militaristas — caso do novo primeiro-ministro — e de representações árabes que tendem a apoiar o lado palestino.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16