Conecte-se conosco

Bahia

MPT e Caixa devolvem mais de R$ 4,5 milhões a contas no FGTS na Bahia

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Milhares de trabalhadores já foram beneficiados com o projeto do Ministério Público do Trabalho (MPT) junto com a Caixa Econômica Federal (CEF) na individualização de depósitos no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Na Bahia, o valor das individualizações para os trabalhadores já passa de R$4,5 milhões. No Brasil, o projeto já atingiu cerca de R$90 milhões em individualizações. Esses recursos estavam depositados no fundo mas não eram vinculados às contas individuais dos trabalhadores.

O projeto abrange os recolhimentos feitos ao FGTS pelos empregadores e que não foram individualizados aos titulares das contas vinculadas do fundo em razão da ausência de informações obrigatórias. A meta é possibilitar aos trabalhadores a identificação de depósitos a eles pertencentes, mas que, por ausência de individualização, acabaram ficando retidos na Caixa. Essa irregularidade acontece por falta de informações para que a Caixa depositasse em cada conta do FGTS dos empregados de determinada empresa ou órgão público parte do valor total depositado mensalmente pelo empregador.

“Esse é um projeto nacional do MPT que conta com a parceria da Caixa, banco que gere o FGTS. Na Bahia, por exemplo, já individualizamos com o projeto cerca de 64% dos valores pendentes selecionados para integrar o projeto”, informou a coordenadora nacional da ação, a procuradora Verena Borges. Depois de convocar empresas e órgãos públicos para a correção desses dados, alguns já atenderam e regularizaram a situação. Caso não atendam os chamamentos, eles podem ser processados pelo MPT.

Os trabalhadores devem ficar atentos aos depósitos em sua conta do FGTS acompanhando sempre o extrato da conta e confirmar o recebimento dos depósitos mensais. Caso haja algum problema, deve-se procurar o empregador e se, mesmo assim, o caso não for resolvido, é possível fazer uma denúncia à Superintendência Regional do Trabalho (SRT-BA) ou ao Ministério Público do Trabalho (MPT). Na Bahia, o número de empresas e instituições públicas que depositaram e já tiveram os valores individualizados para cada empregador pela ação passa de 60.
 
Confira a lista completa:

Viação Conquistense Ltda.; Fainor Faculdade Indep. do Nordeste; Naturalle Tratamento de Resíduos Ltda.; Prefeitura Mun. de Nova Viçosa; Avigro Avícola Agroindustrial Ltda.; Sta. Casa Misericórdia Vit. Conquista; Pref. Munic. Itajuípe; Sumac Sup. Manut. e Cons. Cidade; Pref. Munic. Anagé; Mineração Caraíba SA.; Instituto Fernando Filgueiras; Naturalle Tratamento de Resíduos Ltda.; Construtora OAS SA – em recup. judicial; Asbec – Soc. Baiana de Educ. e Cultura Ltda.; Assoc. Bras. Educ. Fam. e Soc. Isba;  Projetos e Obras Ltda.; Sta. Casa Misericórdia Rui Barbosa;  Lavanderia e Serviço Ltda.; Barreto Araújo Prod. Cacau SA;  Cabrália Ltda.; Loc. Tudo Locação e Assistência Técnica;  Sistema de Serviços Ltda.; Sta. Casa Misericórdia Itabuna; Pref. Munic. Ruy Barbosa; Serviços Técnicos Especializados Ltda.; Luiz Carlos Berti; Nordeste Participações SA; Associação Bras. de Educ. Fam. Social; Probaby Clínica Infantil Urgências Ltda.; Ebal Empresa Baiana de Alimentos SA; Gujão Alimentos Ltda.; CAM Clin. Assist. à Mulher Ltda.; Confiança Serv. Soluc. Mão de Obra Eireli; Associação Educativa e Cult. Maria Emília; Centro Educ. Nossa Sra. Resgate Ltda.; Sobral S. B. Radiodifusão Ltda.;  Serviços Médicos Hospitalares Ltda.; WF Construções e Empr. Imobiliários Ltda.; Federação Trab. Agricultura Fetag; Instituto Cesmt; Esporte Clube Bahia SA; Global Manutenções Ltda.; Tel Telemática e Marketing Ltda.; Tel Centro de Contatos Ltda.; Semed Serv. Médico Hosp. de Camaçari Ltda.; Power Engenharia Ltda.; Central de Apoio Juríd. aos Polic. Milit; Congregação Relig. Ss. Sacramento; Sta. Casa Misericórdia Bahia; Consórcio Público Interfederativo de Saúde; Sta. Casa Misericórdia Antas; Medasa Medeiros Neto Dest. Álcool SA; Clivan Instituto de Oftalmologia Ltda.; AMB Transportes e Turismo Ltda.; Sotecal Soc. T. Agric.; Sote Serv. Ortop. e Traum. Esp. Ltda.; Agroindustrial Ituberá Ltda.; União Hosp. São Francisco; Souza Brito Eng. Ltda.; Contratec Hidrologia, Manut. e Serv. Ltda.; Emp. Munic. de Urb. de Vit. da Conquista e Empresa de Limpeza Urbana do Salvador.

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bahia

Governo do Estado suspende transporte intermunicipal durante o São João

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

O transporte coletivo intermunicipal rodoviário e hidroviário será suspenso, em toda a Bahia, no período junino. A medida, que tem o objetivo de evitar a disseminação da covid-19, será publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (15).

O decreto prevê que ficam suspensas, a partir da meia-noite do dia 21 de junho, a circulação e a saída, e, a partir das 9h de 21 de junho, a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal rodoviário, público e privado, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. A restrição vale até as 5h de 28 de junho.

A circulação, a saída e a chegada de ferry boats, catamarãs, lanchinhas e balsas também ficam proibidas das 20h do dia 21 de junho até as 5h de 28 de junho, em todo território baiano.

Já desta terça-feira (15) até domingo (20) e de 28 de junho a 4 de julho, a circulação, a saída e a chegada dos transportes serão permitidas desde que a ocupação seja limitada a 70% da capacidade. Não haverá disponibilização de transportes extras.

A fiscalização do decreto é de responsabilidade da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações (Agerba).

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16