Conecte-se conosco

Mundo

ONU comemora cessar-fogo entre Gaza e Israel após 11 dias de confrontos

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Para António Guterres, é preciso um multilateralismo renovado para enfrentar os desafios. Chefe da ONU expressou condolências às famílias das vítimas da violência assim como a seus entes queridos: ele elogiou esforços do Egito e do Catar para alcançar o fim dos combates entre forças de Israel e integrantes do movimento Hamas e outros grupos armados na Faixa de Gaza.

O secretário-geral da ONU elogiou o anúncio de cessar-fogo entre Gaza e Israel após confrontos mortais, que começaram em 10 de maio.

António Guterres expressou condolências profundas às famílias das vítimas fatais.

Reconstrução

O chefe da ONU saudou os governos do Egito e do Catar pelos esforços realizados em cooperação com as Nações Unidas e que ajudaram a restaurar a calma em Gaza e em Israel.

Guterres pediu a ambos os lados que respeitem o cessar-fogo.

Ele também apelou à comunidade internacional que coopere com a ONU num pacote robusto e integrado para a rápida reconstrução e recuperação que apoie o povo palestino e fortaleça as instituições.

O chefe das Nações Unidas ressaltou que líderes israelenses e palestinos têm uma responsabilidade, que ultrapassa restabelecer a calma, e devem iniciar um diálogo sério para enfrentar as causas do conflito.

Reconciliação

ONU/Manuel EliasEvento presencial de alto nível ocorre no hall da Assembleia Geral, em Nova Iorque

Segundo ele, Gaza é uma parte integral do futuro de um Estado Palestino e por isso ele acredita que tudo deva ser feito para produzir uma reconciliação nacional que acabe com as divisões.

Guterres sublinhou que o compromisso profundo da ONU em trabalhar com israelenses e palestinos e com os parceiros internacionais e regionais inclui a atuação do Quarteto do Oriente Médio para retornar ao caminho de negociações que terminem com a ocupação. 

Um passo que permita ainda a criação de dois Estados sob as bases dos acordos de 1967, de resoluções da ONU e de tratados mútuos e do direito internacional.

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mundo

Policial é morto e 80 alunos são sequestrados em ataque na Nigéria

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Homens armados mataram um policial e sequestraram pelo menos 80 alunos e cinco professores em uma escola do estado nigeriano de Kebbi, informaram a polícia, moradores e um professor.

É o terceiro sequestro em massa em três meses no noroeste da Nigéria, e as autoridades culpam bandidos armados que buscam resgates.

Usman Aliyu, que leciona na escola, disse que os atiradores levaram mais de 80 alunos, a maioria meninas.

“Eles mataram um [dos policiais], entraram pelo portão e foram direto às salas de aula”, afirmou ele à Reuters.

O porta-voz da polícia de Kebbi, Nafiu Abubakar, disse que os bandidos mataram um policial durante uma troca de tiros e que também balearam um aluno, que estava recebendo tratamento médico.

A polícia ainda não havia comunicado o número de alunos desaparecidos na noite de quinta-feira (17), e um porta-voz do governador de Kebbi afirmou que a força está realizando uma contagem dos desaparecidos.

Sequestros que elevam tristeza ao povo nigeriano não é novidade. Desta vez levaram mais de 80 alunos, a maioria meninas.

O ataque ocorreu em um colégio do governo federal da cidade remota de Birnin Yauri. Segundo Abubakar, forças de segurança estão vasculhando uma floresta próxima à procura dos alunos e professores raptados.

Atiku Aboki, um morador que foi à escola pouco depois de os disparos terminarem, informou que viu uma cena de pânico e confusão enquanto pessoas procuravam os filhos.

Bandidos em busca de resgate já sequestraram mais de 800 alunos nigerianos em escolas desde dezembro. Alguns foram libertados e outros continuam desaparecidos.

* Ardo Hazzad, Garba Muhammed, Camillus Eboh e Angela Ukomadu – Repórteres da Reuters

Com Agência Brasil

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16