Conecte-se conosco

Mundo

Erupção no Congo deixa 15 mortos e mais de 30 mil desabrigados

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

DOMINGO TRISTE – Unicef e governo local dizem que 15 pessoas morreram. Cerca de 30 mil moradores da região de Goma tiveram de deixar suas casas. Há crianças desaparecidas.

A erupção do vulcão no monte Nyiragongo, na República Democrática do Congo, matou 15 pessoas, informaram autoridades neste domingo (23). O fenômeno gerou caos na cidade de Goma e nos arredores, onde vivem cerca de 2 milhões de pessoas.

Muitos migraram para Ruanda, país na fronteira com os locais mais atingidos. Além disso, segundo a Unicef, mais de 170 crianças estavam desaparecidas.

O centro de Goma em si não foi atingido pela lava. Mas o ar da cidade ficou difícil de respirar por causa das cinzas e pequenas vilas nos arredores tiveram construções destruídas pela erupção. Moradores da região não sabem o que fazer, segundo relatos obtidos pela agência Associated Press.

“As pessoas ainda estão em pânico e passam fome. Não sabem nem onde vão passar à noite”, disse Alumba Sutoye, um dos moradores, à AP.

Goma passou por tragédia semelhante em 2002, quando o mesmo vulcão entrou em erupção e a lava chegou à cidade. Centenas morreram na ocasião, e mais de 100 mil ficaram desabrigados.

Moradores da região de Goma, na República Democrática do Congo, sobem neste domingo (23) em morro de magma frio despejado pela erupção do vulcão Nyiragongo — Foto: Justin Kabumba/AP Photo

Por G1 / Unicef

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mundo

Policial é morto e 80 alunos são sequestrados em ataque na Nigéria

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Homens armados mataram um policial e sequestraram pelo menos 80 alunos e cinco professores em uma escola do estado nigeriano de Kebbi, informaram a polícia, moradores e um professor.

É o terceiro sequestro em massa em três meses no noroeste da Nigéria, e as autoridades culpam bandidos armados que buscam resgates.

Usman Aliyu, que leciona na escola, disse que os atiradores levaram mais de 80 alunos, a maioria meninas.

“Eles mataram um [dos policiais], entraram pelo portão e foram direto às salas de aula”, afirmou ele à Reuters.

O porta-voz da polícia de Kebbi, Nafiu Abubakar, disse que os bandidos mataram um policial durante uma troca de tiros e que também balearam um aluno, que estava recebendo tratamento médico.

A polícia ainda não havia comunicado o número de alunos desaparecidos na noite de quinta-feira (17), e um porta-voz do governador de Kebbi afirmou que a força está realizando uma contagem dos desaparecidos.

Sequestros que elevam tristeza ao povo nigeriano não é novidade. Desta vez levaram mais de 80 alunos, a maioria meninas.

O ataque ocorreu em um colégio do governo federal da cidade remota de Birnin Yauri. Segundo Abubakar, forças de segurança estão vasculhando uma floresta próxima à procura dos alunos e professores raptados.

Atiku Aboki, um morador que foi à escola pouco depois de os disparos terminarem, informou que viu uma cena de pânico e confusão enquanto pessoas procuravam os filhos.

Bandidos em busca de resgate já sequestraram mais de 800 alunos nigerianos em escolas desde dezembro. Alguns foram libertados e outros continuam desaparecidos.

* Ardo Hazzad, Garba Muhammed, Camillus Eboh e Angela Ukomadu – Repórteres da Reuters

Com Agência Brasil

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16