Conecte-se conosco

Economia

Visita de Elon Musk ao Reino Unido gera rumores sobre a fábrica da Tesla na europa

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Chefe da Tesla Elon Musk a Luton gerou rumores de que ele está considerando uma fábrica da Tesla no Reino Unido.

O magnata do carro elétrico voou para o aeroporto de Luton em um jato particular na semana passada e ficou dois dias, dizem os relatórios.

O Daily Telegraph relata que a visita coincide com uma busca por funcionários do Reino Unido por “uma grande fábrica de carros novos”.

O sigilo em torno das ofertas gerou especulações de que Musk pode estar envolvido.

O Telegraph relatou que as autoridades regionais – incluindo as de Teesside e West Midlands – tiveram 48 horas extraordinariamente curtas para preparar propostas para um local de 250 hectares, sem serem informadas de qual empresa era a oferta.

O processo foi conduzido pelo Office for Investment, um novo órgão do governo que tem como objetivo ajudar a suavizar as discussões entre o setor público e os investidores privados estrangeiros pós-Brexit.

O software de rastreamento de voo mostrou que um jato particular da Gulfstream, amplamente divulgado como pertencente ao Sr. Musk, pousou no aeroporto de Luton, vindo da Califórnia.

Fabrica da Tesla nos EUA

O avião então seguiu para a Alemanha, onde Musk fez uma visita na segunda-feira ao local da grande “gigafábrica” ​​de Tesla, que tem sofrido atrasos .

No entanto, nem o governo nem Tesla confirmaram as especulações sobre a breve parada de Musk no Reino Unido.

Também não é a primeira vez que Musk pousa em Luton para uma breve visita, alimentando esses rumores – ele teria feito uma parada semelhante em junho do ano passado .

com BBC News

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Economia

Aneel prorroga proibição de corte de luz por inadimplência

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu hoje (15) que vai prorrogar por mais três meses a proibição de corte de energia por inadimplência para os consumidores de baixa renda. A informação foi repassada pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone, durante audiência na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados para tratar da crise hídrica no país.

Em março, a Aneel havia decidido suspender o corte de energia por inadimplência para esta faixa de consumidores até 30 de junho. Com a prorrogação aprovada nesta terça-feira, a proibição vai valer até o fim de setembro.

A medida não isenta os consumidores do pagamento pelo serviço de energia elétrica, mas tem como objetivo garantir a continuidade do fornecimento para os que, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), não têm condições de pagar a sua conta.

Decisão beneficiará 12 milhões de famílias

A iniciativa, segundo a Aneel, deve beneficiar aproximadamente 12 milhões de famílias, que estão inscritas no Cadastro Único, com renda mensal menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa. Também terão direito ao benefício famílias com portador de doença que precise de aparelho elétrico para o tratamento, com renda de até três salários mínimos, assim como famílias com integrante que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

“Essas ações vêm permitindo resguardar o consumidor de energia elétrica mais carente, sem que haja o comprometimento econômico e financeiro das concessionárias dos serviços de distribuição”, disse Pepitone.

Agência Brasil

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16