Conecte-se conosco

Mundo

Maior iceberg do mundo se desprende da Antártida

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

Placa de gelo com mais de 4,3 mil quilômetros quadrados, quase três vezes a área da cidade de São Paulo, se separou da parte noroeste do continente gelado, no Mar de Weddell, segundo a Agência Espacial Europeia.

Uma gigantesca placa de gelo se desprendeu da borda congelada da Antártida no Mar de Weddell, dando origem ao maior iceberg do mundo, afirmou a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) em um comunicado divulgado nesta quarta-feira (19/05).

O iceberg, denominado A-76, tem cerca de 170 quilômetros de comprimento e 25 quilômetros de largura. Sua área total é de 4.320 quilômetros quadrados, superfície correspondente a quase três vezes a área da cidade de São Paulo, segundo imagens de satélite capturadas pelo Copernicus, programa de monitoramento das mudanças climáticas da ESA.

O A-76 se separou da plataforma de gelo Ronne, no noroeste da Antártida, e foi detectado pela primeira vez pela instituição britânica de pesquisa da Antártida British Antarctic Survey (BAS). Ele também foi detectado pela missão Copernicus Sentinel-1, da ESA, que envolve dois satélites em órbita polar.

O Centro Nacional de Gelo dos Estados Unidos confirmou o iceberg usando as imagens do Copernicus Sentinel-1.

O A-76 assumiu o posto de maior iceberg do mundo, até então ocupado pelo A-23A, que também flutua no Mar de Weddell e tem aproximadamente 3.380 quilômetros quadrados.

Embora o desprendimento regular de grandes pedaços das plataformas de gelo faça parte de um ciclo natural, algumas plataformas sofreram um rápido rompimento nos últimos anos.

A plataforma de gelo Ronne é uma das maiores das várias camadas gigantescas de gelo flutuantes que se conectam à massa de terra do continente e se estendem para os mares circundantes.Imagem Revista Galileu

Mudanças climáticas

Cientistas dizem que o fenômeno pode estar relacionado às mudanças climáticas, de acordo com o Centro Nacional de Dados sobre Neve e Gelo dos Estados Unidos.

Em novembro do ano passado, o que era então o maior iceberg do mundo parecia estar em rota de colisão com uma ilha remota do Atlântico Sul, santuário marinho, lar de milhares de pinguins e focas, ameaçando impedir sua capacidade de coletar alimentos. 

O iceberg, conhecido como A-68A, se separou da plataforma de gelo Larsen, que aqueceu mais rápido do que qualquer outra parte do continente mais ao sul da Terra.

O A-68A, que tinha 160 quilômetros de comprimento e 48 quilômetros de largura, se partiu antes que pudesse causar qualquer dano à abundante vida selvagem no território britânico ultramarino da Geórgia do Sul.

md/lf (Lusa, EFE, AFP)

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mundo

Policial é morto e 80 alunos são sequestrados em ataque na Nigéria

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Homens armados mataram um policial e sequestraram pelo menos 80 alunos e cinco professores em uma escola do estado nigeriano de Kebbi, informaram a polícia, moradores e um professor.

É o terceiro sequestro em massa em três meses no noroeste da Nigéria, e as autoridades culpam bandidos armados que buscam resgates.

Usman Aliyu, que leciona na escola, disse que os atiradores levaram mais de 80 alunos, a maioria meninas.

“Eles mataram um [dos policiais], entraram pelo portão e foram direto às salas de aula”, afirmou ele à Reuters.

O porta-voz da polícia de Kebbi, Nafiu Abubakar, disse que os bandidos mataram um policial durante uma troca de tiros e que também balearam um aluno, que estava recebendo tratamento médico.

A polícia ainda não havia comunicado o número de alunos desaparecidos na noite de quinta-feira (17), e um porta-voz do governador de Kebbi afirmou que a força está realizando uma contagem dos desaparecidos.

Sequestros que elevam tristeza ao povo nigeriano não é novidade. Desta vez levaram mais de 80 alunos, a maioria meninas.

O ataque ocorreu em um colégio do governo federal da cidade remota de Birnin Yauri. Segundo Abubakar, forças de segurança estão vasculhando uma floresta próxima à procura dos alunos e professores raptados.

Atiku Aboki, um morador que foi à escola pouco depois de os disparos terminarem, informou que viu uma cena de pânico e confusão enquanto pessoas procuravam os filhos.

Bandidos em busca de resgate já sequestraram mais de 800 alunos nigerianos em escolas desde dezembro. Alguns foram libertados e outros continuam desaparecidos.

* Ardo Hazzad, Garba Muhammed, Camillus Eboh e Angela Ukomadu – Repórteres da Reuters

Com Agência Brasil

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16