Conecte-se conosco

Porto Seguro

Norte de Minas Gerais terá voo direto para Porto Seguro

Publicado

em

Voiced by Amazon Polly

No mês de julho a companhia Azul terá voos sem escala de Montes Claros para o destino baiano às terças, quintas e sábados. As passagens de ida e volta podem ser compradas por apenas R$ 478, valor com taxas incluídas nos voos saindo de Montes Claros.

Uma boa pedida para os mineiros que para virem a Porto Seguro tinham que fazer voos com escalas e agora isso fica facilitado e mais barato.

As regiões Nordeste e Sudeste do Brasil são as mais visitadas pelos mineiros. Porto Seguro é a cidade mais procurada pelos turistas de Minas Gerais. A informação é de uma pesquisa feita pelo buscador de voos Viajala.com

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Porto Seguro

Comprimidos apreendido em Goiás pode ter sido furtado da Secretaria de Saúde de Porto Seguro

Publicado

em

Por

Medicamentos de uso controlado apreendidos pela PRF - GO, imagem Divulgação.
Voiced by Amazon Polly

Presume-se que os medicamentos tenham sido furtados do Almoxarifado da Secretaria de Saúde de Porto Seguro. A prefeitura não prestou queixa do sumiço do medicamento.

Mais de cem mil comprimidos de medicamentos transportados sem nota fiscal, a maioria de uso psiquiátrico, foram apreendidos pela Policia Rodoviária Federal (PRF) na manhã desta terça-feira (22). A carga, composta por antidepressivos, ansiolíticos e anticonvulsivantes, foi interceptada em um ônibus no posto policial da PRF na BR 060, em Anápolis.

A apreensão aconteceu durante uma abordagem de fiscalização de transporte de passageiros. Ao abordar o ônibus, que saiu de Porto Seguro, os policiais encontraram no bagageiro 11 caixas enviadas por encomenda, contando apenas o manifesto do transporte, sem nota as notas fiscais.

De acordo com a PRF, a mercadoria tinha como remetente e destinatário a mesma pessoa e era composta por:

  • 87.680 comprimidos de Fenobarbital (anticonvulsivante);
  • 8.400 comprimidos de diazepam (ansiolítico);
  • 5.805 comprimidos de cloridrato de paroxetina (antidepressivo);
  • 4.000 comprimidos de uni-carbamaz e 1.950 comprimidos de carbamazepina (usado em tratamento de distúrbios neurológicos)

Os medicamentos estavam dentro de caixas de papelão, fora a embalagem original e sem as bulas.

Todos os fármacos foram colocados à disposição da Vigilância Sanitária para que a mesma faça a destinação devida dos remédios. A origem da carga ainda será investigada.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16