Conecte-se conosco

Bahia

Casal suspeito de aplicar golpe do bilhete premiado em idosa é preso na BR-101

Publicado

em

Imagem: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal
Voiced by Amazon Polly

A vítima informou que entregou cerca de 5 mil reais aos criminosos. O dinheiro foi recuperado.

No início da manhã de sábado (15), a Polícia Rodoviária Federal prendeu um casal pelo crime de estelionato. Eles foram presos na BR 101, em Teixeira de Freitas (BA), após aplicarem o golpe do bilhete premiado em uma idosa em Ilhéus, na Região Sul da Bahia.

Após receberem informações da Central de Polícia sobre um HB20, de cor branca que estava sendo utilizado por estelionatários, uma equipe da PRF abordou o veículo suspeito que deslocava pela rodovia (Km 880 – BR 116), em trecho do município baiano de Teixeira de Freitas.

O condutor, de 58 anos, e a passageira de 54, vinham do Sul da Bahia, onde tiraram cinco mil reais, jóias e cartões de crédito de uma mulher pelo golpe do bilhete premiado. Eles também foram reconhecidos pelos registros do sistema de segurança (câmeras) da Caixa Econômica Federal de Ilhéus.

Foi efetuada busca no veículo e nos dois ocupantes, sendo localizados 6.880 reais em dinheiro, algumas cédulas de dólares e euros, jóias, 14 cartões de crédito.

O casal que reside em Linhares (ES), negou o crime. Eles foram detidos e conduzidos para a polícia judiciária local.

Como ocorre o golpe do bilhete premiado:

Um golpista aborda a vítima e mostra um bilhete de loteria dizendo ser premiado. Ele oferece o bilhete por um valor bem menor do que o suposto prêmio. O outro golpista chega e se diz interessado no bilhete, o que ajuda o convencimento da vítima a pagar. Obviamente o suposto bilhete premiado é falso.

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Bahia

Ministério Público recomenda que a prefeita de Guaratinga, Marlene Dantas demita seus parentes em 15 dias

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Marlene Dantas (DEM), prefeita de Guaratinga, no extremo-sul da Bahia, tem 15 dias para exonerar quatro parentes de cargos na administração municipal. A lista é composta pelo genro da prefeita (diretor do departamento de compras), cunhado (coordenador de transporte escolar) e duas sobrinhas, nomeadas para chefe de divisão e diretora do departamento de RH.

O promotor responsável pelo caso destacou que a recomendação se aplica a “todos os demais ocupantes de cargos comissionados, função gratificada ou de confiança, que detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade até o terceiro grau de parentesco, com a prefeita, vice-prefeito, secretários municipais, procuradores do município e chefe de gabinete”, “tudo sob pena de adoção das respectivas ações de improbidade administrativa e outras responsabilidade legais cabíveis”.

Por: Olhopublico.com

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16