Conecte-se conosco

Brasil

Ministro Luiz Eduardo Ramos diz que se vacinou escondido

Publicado

em

Ramos admitiu ainda que teme pela vida do presidente Jair Bolsonaro e que vem tentando convencê-lo a se imunizar contra a Covid-19.

Em uma reunião do Conselho de Saúde Suplementar, que foi transmitida ao vivo pela internet, o chefe da Casa Civil e os demais ministros foram bem sinceros sobre o assunto Covid e como o executivo esta tratando do assunto, ao ponto de algumas declarações chocarem pelo tom vulgar e inconsequente das falas das pessoas que pensam o Brasil, presentes não sabiam disso.

Ministro Luiz Eduardo Ramos e presidente Jair Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR

Na fala do fala do ministro da Casa Civil, isso fica bem evidente: “Tomei escondido, né, porque a orientação era para todo mundo ir pra casa, mas vazou. Não tenho vergonha, não. Eu tomei e vou ser sincero. Como qualquer ser humano, eu quero viver, pô. Se a ciência e a medicina tá (sic) dizendo que é a vacina, né, Guedes, quem sou eu para me contrapor? Estou envolvido pessoalmente, tentando convencer o nosso presidente. Nós não podemos perder o presidente para um vírus desses. A vida dele, no momento, corre risco.’

Por CBN

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Brasil

Estudo busca descobrir se a resposta imune de vacinados ou infectados será eficaz contra novas variantes do coronavírus

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

Os pesquisadores querem saber se é possível prever se uma pessoa continuará vulnerável à Covid-19.

A pesquisa é realizada em cinco países, entre eles o Brasil, onde conta com a participação de dois mil e 600 profissionais de saúde.

Ao todo são sete mil voluntários monitorados e o objetivo é verificar quais respostas imunes podem não ser tão eficazes.

Outro alvo do estudo é analisar se a vacina BCG, que é aplicada em recém-nascidos no mundo todo, ajuda a melhorar as defesas do organismo em quem recebe as vacinas da Pfizer, da Astrazeneca ou a CoronaVac.

A relação com a Covid é investigada porque a BCG, além de prevenir formas graves de tuberculose, protege contra infecções.

O estudo é liderado pelo Instituto de Pesquisa Infantil Murdoch, na Austrália e, no Brasil, tem a colaboração da Fundação Oswaldo Cruz, a Fiocruz.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16