Conecte-se conosco

Porto Seguro

Associação que fará a gestão do Centro Covid no Arraial é investigada por ganhar contrato de R$ 370 milhões supostamente com documento falso

Publicado

em

A Associação Saúde em Movimento, foi contratada pela prefeitura de Porto Seguro com dispensa de licitação para fazer o gerenciamento e operacionalização do Centro Covid por 6 meses, com valor mensal de R$1.385.347,08 (um milhão trezentos e oitenta e cinco mil trezentos quarenta e sete reais e oito centavos).

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) investiga a Organização Social Saúde em Movimento, com sede em Salvador, por supostamente utilizar documentação falsa para administrar o Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara, na cidade de Maricá (RJ). As informações são da GloboNews.

De acordo com a reportagem, entre 8 empresas, a organização foi vencedora da licitação para a gestão da unidade de saúde, com um contrato no valor de R$ 370 milhões, assinado no dia 18 de março de 2021, com vigência de 2 anos. A associação é responsável pela compra de insumos e contratações de profissionais de saúde.

A documentação supostamente falsa seria um atestado de capacidade da organização social comprovando experiência técnica para assumir a gestão da unidade, uma das exigências no edital. O documento assinado pela Saúde em Movimento afirma que “vem executando, com boa qualidade técnica e de modo satisfatório, os serviços de Gestão, Planejamento, Operacionalização e Execução das ações e serviços de saúde no Hospital Salvador”, com vigência entre 15 de março de 2018 a 15 de março de 2020.

Porém, em entrevista à GloboNews, o advogado do Hospital Salvador, Francisco Ortigão, afirmou que o documento apresentado pela empresa é uma fraude e que nunca houve relação entre o hospital e a organização.

Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara – Imagem Vinícius Manhães

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar se houve falsidade ideológica ou outro tipo de crime na apresentação do atestado. O médico foi intimado para prestar depoimento. Para a reportagem da GloboNews, o advogado da Organização Social Saúde em Movimento negou qualquer tipo de irregularidade com a instituição.

A Prefeitura de Maricá, por meio de nota, que o município tem total interesse no esclarecimento do caso pelo MP e demais órgãos de controle para prestar todas as informações pertinentes. Ainda de acordo com a prefeitura, caso seja comprovada a falsidade da documentação, um processo administrativo será aberto para que seja feita a rescisão do contrato de gestão.

Fonte: Bocão News e GloboNews

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Porto Seguro

Fazenda é invadida em Arraial D`Ajuda

Publicado

em

Por

Voiced by Amazon Polly

A fazenda Tropa Costeira foi invadida neste derradeiro domingo (20) por volta das 7h da manhã, localizada na BA-986 em Arraial D’Ajuda, a propriedade já foi invadida e desocupada duas vezes. Lideranças do distrito denunciam que há prejuízos causados por queimados e desmate de árvores para construção de barracos improvisados.

No mesmo dia do ocorrido, um vídeo de uma liderança da invasão foi disparado no aplicativo Whatsapp. “Estamos aqui, na Fazenda Tropa Costeira, estão aqui os companheiros fazendo os acampamentos. Essa terra é uma terra totalmente devoluta, não tem produção nenhuma e o povo na rua, passando fome, necessidade, precisando trabalhar. Toda hora chega gente aqui e se você quiser vir pra cá se abrigar aqui no Arraial d´Ajuda, venha hoje, venha pra ficar. Nós vamos tirar 5 mil m² para cada um fazer o seu quintal produtivo”, promete.

A propriedade é avaliada em cerca de R$ 40 milhões e no local teria sido construído um hotel fazenda com recursos do Banco do Brasil, no entanto, sem quitação por parte do proprietário. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente já foi acionada e compareceu no local com a equipe de fiscalização, de acordo com moradores, para uma ação mais efetiva, os proprietários deveriam tomar providências. Os atuais donos já teriam sim enviado advogados para resolver a questão.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16