Conecte-se conosco

Sociedade

Modelo diz que não é racista porque tem “cachorra preta” e revolta web

Publicado

em

Giana Novaes revoltou internautas após comparar cor do pelo de sua pet a pessoas negras

Um vídeo no Instagram gravado pela modelo fotográfica Giana Novaes viralizou nesta segunda-feira (5) de abril nas redes sociais, gerando revolta entre internautas. Na gravação, ela rebate s acusações de racismo, afirmando que tem uma cadela preta.

“Me denunciaram por racismo, logo eu que tenho uma cachorra pretinha e é o amor da minha vida. Eu, racista? Tenho amigos gays, negros são maravilhosos, pessoas incríveis, amo demais. E me denunciaram”, declara Giana Novaes em vídeo.

O vídeo foi publicado após a modelo ter seu perfil no Instagram suspenso por denúncias de usuários que não gostaram de vê-la defendendo as falas polêmicas de Rodolffo no BBB21. O posicionamento teria motivado as acusações de racismo contra ela, o que a fez gravar o vídeo sobre o seu animal de estimação.

“O comentário em relação à minha cachorra, é que ela foi devolvida duas vezes da onde eu comprei pelo fato dela ser preta. E eu, na hora de escolher um cachorro, nem pensei na cor. Para mim não importa cor, não importa raça, não importa nada. Estou longe de ser racista, vocês não sabem nada sobre racismo”, disse Giana Novaes, em outro vídeo.

Depois de ser bastante criticada nas redes sociais, a modelo pediu desculpas e prometeu expor todas as pessoas que estão lhe chamando de racista.

https://www.instagram.com/tv/CNTofyfhsvX

Continue lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sociedade

Pastora arruma segunda esposa para marido pastor após revelação

Publicado

em

Por

Pastores Éden Asvolinsque e Fernanda Asvolinsque e nova esposa
Voiced by Amazon Polly

De posse dessa ‘promessa mortal’, a pastora já arrumou a sua substituta para se casar com o seu esposo pastor.

A pastora Fernanda Asvolinsque, de 43 anos, que lidera com o seu esposo, o pastor Éden Asvolinsque, a Igreja Juventude de Cristo em Barra Mansa (RJ), desta vez foi longe demais.

O casal está sendo alvo de muitas críticas desde que a pastora arrumou uma jovem para ser a segunda esposa do seu marido.

A justificativa da religiosa é que, em novembro de 2020, ela recebeu uma revelação de Deus, de que está sendo preparada para ser ‘colhida’ da terra em 2021, ou seja, vai morrer esse ano.

De posse dessa ‘promessa mortal’, a pastora já arrumou a sua substituta para se casar com o pastor, quando ela for para o plano espiritual.

Fernanda afirma que está muito doente, mas que não irá ao médico, porque a vontade de Deus é de que ela morra esse ano.

“Deus disse a mim desde novembro, que está me preparando, porque Ele vai me colher nesse ano. Eu tô com paz na minha alma, estou bem resolvida em relação a tudo isso… Agora era o momento de vocês blindarem o pastor, blindarem a minha casa, blindarem a minha família, blindarem a igreja… Eu ouvi, eu sei o que Deus falou pra mim”, disse a pastora.

As declarações da pastora geraram polêmica no meio evangélico, e muitos acreditam, inclusive, que tudo não passa de uma armação do casal que, supostamente, curte um relacionamento a três. Ou que até mesmo estão separados, mas não querem tornar público, para não perder os fiéis e seus dízimos.

Após muitas críticas e insinuações contra o casal de pastores, que agora é um trisal, a pastora Fernanda desabafou nos Stories do seu Instagram.

Veja o vídeo na integra.

Continue lendo

Copyright © 2021 DiBahia CNPJ: 41.275.067/0001-16